top of page

Educadores de Várzea Paulista participam da formação “Brincadeira como ferramenta pedagógica”

ção teve como objetivo compartilhar técnicas e ferramentas lúdicas para auxiliar os professores no desenvolvimento pedagógico


Na quarta-feira (19), a Prefeitura de Várzea Paulista promoveu a vivência “A Brincadeira como Ferramenta Pedagógica” por meio do PROAC (Programa Ação Cultural) em parceria com a produtora “Tomada Cultural”. Oficina foi voltada para professores de artes da rede municipal, com o objetivo de compartilhar técnicas e ferramentas lúdicas que possam auxiliar os professores no desenvolvimento pedagógico durante o ano letivo.


Segundo o coordenador técnico de Educação Física e Artes, da Unidade Gestora de Educação, Fabiano Mantovani, essa formação é sobre brincadeiras e serve como ferramenta pedagógica dentro do próprio currículo pedagógico. “Fazendo a formação junto com os profissionais, faz a gente perceber que é uma formação alegre que envolve expressão corporal. Além disso, os professores estão animados e felizes com essa formação”, comentou

A formação é ministrada pelos educadores Renato Reis e Beni Santos, que abordarama importância do brincar durante os processos de aprendizagem, apresentando maneiras de adaptar jogos e brincadeiras em diferentes espaços. Além, de trabalhar conteúdos pedagógicos de forma lúdica, utilizando o brincar como ferramenta para compartilhar conhecimentos de maneira fluída e orgânica. A atividade aconteceu no auditório do CEU das Artes e foi direcionada para 46 professores do município, divididos em dois turnos (manhã e tarde).



O educador que ministrou a oficina e é um dos coordenadores e idealizadores do projeto, Renato Reis, comentou que conforme as pessoas vão crescendo acabam deixando de brincar. “Nossos horários, fazem a gente viver uma vida em função de outras coisas, por isso, cada vez mais a gente vive uma vida que não é para a gente”, comentou. “Buscamos trazer o lúdico e consequentemente trazer isso para as crianças, pois se adicionarmos o lúdico a nossas vidas, conseguimos facilitar nosso dia a dia além de conseguirmos nos comunicar melhor com as crianças”, finalizou.


De acordo com um dos coordenadores e idealizadores do projeto, que também ministrou a oficina, Beni Santos, um dos pontos importantes da oficina é trabalhar a linguagem da criança. “Meu objetivo, na verdade a minha proposta de vida é levar alegria, levar felicidade para as pessoas, e esse projeto faz isso acontecer”, comentou.


A professora de artes, Liliane Oliveira, comentou como acha importante usar esses conhecimentos na prática. “Encontrar com meus colegas de profissão, faz com que a gente troque ideias para as aulas, além de tudo que estamos aprendendo aqui”, comentou. “A brincadeira é a essência não só para criança, mas para todos, por isso, está sendo muito gostosa a formação, pois brincar é muito gostoso. Isso impulsiona a gente quanto profissional”, relatou.


Aprender brincando


A Unidade Gestora de Educação informa que em novembro, acontecerá uma continuidade da formação, onde a vivência “A Brincadeira como Ferramenta Pedagógica” será passada diretamente para as crianças da rede municipal de ensino.

0 visualização0 comentário
bottom of page