Em Jundiaí Investigação quer apurar maus-tratos e uso de animais para obtenção de lucro

Atualizado: 22 de jun.


Imagens: Adobe Stock



A proprietária de uma ONG , que faz trabalho de acolhimento de animais abandonados em Jundiaí, está sendo investigada pela Polícia Civil por suspeitas de fraude para conseguir dinheiro para uso próprio , além de maus-tratos.


Segundo a denunciante, ela usa as redes sociais com campanhas e postagens pedindo dinheiro alegando que são para ajudar os animais – alguns casos para pagar suposto atendimento veterinário, onde há necessidade de cirurgia. Além de vender parte das doações recebidas.


O caso veio a tona após ser registrado um Boletim de Ocorrência contra a protetora que recebeu ajuda após ser despejada de uma chácara onde mantinha 52 animais abrigados. Segundo a denunciante ela acolheu 12 animais, porém foi solicitado a devolução após algumas semana, com alegação que os animais estariam doentes. Com a recusa da devolução e pelo fato dos animais estarem abrigados corretamente e passando por recuperações na saúde, não houve entendimento e iniciando uma serie de ameaças verbais e nas redes sociais.


Consta também no Boletim de Ocorrência, que a protetora acumula animais, ao dificultar o processo de adoção, além de aproveitar da bondade das pessoas ao pedir ajuda financeira


O caso foi registrado no Plantão Policial e será encaminhado ao 1º DP para investigação.

Imagens: Adobe Stock


A corrupção na causa animal


A causa animal é reconhecida e respeitada. Ela basicamente combate a exploração animal que se dá das mais variadas formas e tem forte caráter emotivo, pois envolve as vidas de pessoas não humanas que são exploradas . Ver animais sendo abatidos ou torturados para a satisfação dos caprichos humanos deixa muitos completamente destroçados emocional e psiquicamente. É no ativismo que justamente muitos encontram forças para seguir em frente depois de tomarem conhecimento das atrocidades que fazemos com as outras espécies.


Mas nem sempre eles [os animais] são bem representados e muitos se utilizam desta luta para se prevalecerem financeiramente


É claro, que ainda há uma boa parte de pessoas que levam a sério a proposta de ajudar os peludinhos . Dedicando amor, atenção, cuidados e garantindo seus direitos. Trabalham verdadeiramente pela causa.




17 visualizações0 comentário