top of page

ONG oferece US$ 1 milhão para salvar espécies da extinção. Brasil presente!


A ONG quer ajudar os animais do mundo todo e o Brasil possui espécies em extinção que podem se beneficiar da iniciativa! - Foto: Reprodução/ICMBio


Que iniciativa incrível! Uma organização sem fins lucrativos (ONG) está oferecendo mais de US$ 1 milhão, aproximadamente R$ 5 milhões, para projetos no mundo inteiro que podem salvar ou melhorar a condição de animais e plantas em extinção.

A proposta da entidade é cooperar para a conservação destas espécies e, aqui no Brasil, a lista pode incluir a arara-azul-de lear e o boto-tucuxi, entre outros.

A Indianapolis Zoological Society, uma organização dos Estados Unidos, lançou uma iniciativa chamada Saving Species Challenge, para apoiar projetos em todo globo que trabalhem para melhorar a conservação de espécies ameaçadas.


Preservar os animais

Na intenção de evitar a extinção de animais extremamente em perigo, a organização oferece o prêmio milionário para o projeto que será selecionado em fevereiro de 2024. Alô, projetos de preservação brasileiros!


Os projetos devem focar em espécies listadas pela Lista Vermelha da IUCN como Extintas na Natureza, Criticamente Ameaçadas, Ameaçadas ou Vulneráveis.


A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) produz anualmente a Lista Vermelha, um importante indicador da condição das espécies ameaçadas de extinção em todo o mundo.


A lista é baseada em levantamentos de animais e plantas e serve para alertar sobre os riscos enfrentados por essas espécies.


No momento, a IUCN monitora cerca de 150 mil espécies, e mais de 42 mil são classificadas como ameaçadas em maior ou menor grau de desaparecer da natureza.

A relação é considerada uma importante ferramenta para orientar esforços de conservação em todo o mundo.


A ONG quer é que o projeto proposto demonstre como o recurso financeiro recebido será utilizado para melhorar a vida dos animais em questão.


Espécies brasileiras


No Brasil, várias espécies se enquadram nessas categorias, como a arara-azul-de-lear (Anodorhynchus leari), o boto-tucuxi (Sotalia fluviatilis), a ararinha-azul (Cyanopsitta spixii) – que está sendo reintroduzida gradualmente na Caatinga baiana.


Além disso, outros bichos como o mutum-de-alagoas (Pauxi mitu), o gritador-do-nordeste (Cichlocolaptes mazarbarnetti) e a perereca-gladiadora-de-sino (Boana cymbalum), estes últimos extintos na vida livre.


A Saving Species Challenge oferece uma oportunidade para que projetos no Brasil e em outros lugares possam receber apoio financeiro para trabalhar na conservação dessas espécies ameaçadas e prevenir sua extinção.


Se você conhece algum projeto de preservação ambiental compartilhe a informação! O site para inscrição das iniciativas interessadas está neste link.


Várias espécies precisam de custeio especial para a manutenção da vida livre e selvagem. – Foto: Reprodução/Saving Species Challenge


Com informações Indiana Zoo e Conexão Planeta.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page