Projeto quer recolher lâmpadas fluorescentes em Jundiaí e região



Quem tem lâmpadas fluorescentes queimadas em casa, sabe o problema que é descartar estes objetos sem prejudicar o meio ambiente.

Em setembro, quem mora em Jundiaí ou na divisa com Várzea Paulista contará com a ajuda Da “Associação Nossa Mãe Natureza “ para resolver este impasse. Nos dias 3 e 4 de setembro, o projeto vai promover o dia do “ Unidos em Reciclar”, onde instalará uma “Estação exclusiva para descarte de lâmpadas fluorescentes” e “Lixo Eletrônico” nas ruas Professora Noêmia Sereno e rua Olívio Moro, no bairro Vila Santa Maria, região do bairro Agapeama e Vila Cristo. A medida integra a implementação de várias ações ambientais que visam espalhar no início de 2023, containers em vários pontos de Jundiaí e Várzea Paulista, com isso limitando o descarte incorreto do resíduo em lugares inapropriados.


O objetivo é recolher qualquer tipo de lâmpada queimada, tanto inteira quanto quebrada, fluorescente, LED, incandescente, dicroica, dentre outras. O dispositivo com tampa padrão basculante, que abre quando erguida para cima com o apoio de trava, o que evita a ação de curiosos e o risco de acidentes. O munícipe poderá descartar na estação de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, sem qualquer tipo de custo.


O ponto de coleta terá um responsável que avisará à gestora da Logística Reversa de Lâmpadas - Reciclus - quando o material precisar ser retirado. A cada recolha é feita uma contagem do total de lâmpadas: em unidades, quando inteiras, e em quilos, quando quebradas. Todo o processo de coleta e descarte ambientalmente correto das lâmpadas será feito por meio de parceria entre o Projeto Nossa Mãe Natureza, Associação Eco & Vida, de Várzea Paulista e Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol). Após feita a descontaminação das substâncias tóxicas, como o mercúrio, a empresa especializada emitirá um laudo atestando esta descontaminação e o descarte correto do material restante, como vidro e metais.


“Além do respeito ao meio ambiente, isto representa também qualidade de vida, uma vez que as lâmpadas não serão descartadas inadequadamente, pois o mercúrio presente nas fluorescentes é um material muito perigoso para a população em geral”, explica Maria Lúcia Gagliardo

O projeto tem apoio da Prefeitura Municipal de Jundiaí, através do Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol) e Associação Eco & Vida, de Várzea Paulista.


Informação e apoio ao projeto, só entrar em contato através do número (11) 9.8381-9345




19 visualizações0 comentário