Em Várzea Paulista J.B. deixa legado histórico em sustentabilidade

Varzino de coração, o ambientalista João Batista Gonçalves, conhecido por J.B. estaria completando 81 anos nesta semana.



Cada geração tem, de sua cidade, do seu meio, a memória de acontecimentos que são pontos de amarração de sua história. O caudal de lembranças correndo sobre o mesmo leito, guarda episódios notáveis que já ouvimos muitas vezes de outras pessoas, e o presente desencadeia não somente lembranças, como o exemplo do cidadão João Batista, conhecido por J.B. Nesta semana ele estaria completando 81 anos, mas foi acometido por um mal súbito, que tirou sua vida em 2017, mas suas ações e seu legado dão continuidade aos seus ensinamentos: proteger e cuidar do meio ambiente e das pessoas.


J.B. amava gente, tinha muito respeito pelo ser humano e principalmente pelos animais, acreditava que todo ser vivo tinha que viver em harmonia e caminharem juntos, relatou Tiago Gonvalves, de 36 anos de idade, que hoje segue o exemplo do pai e está a frente de projetos socioambientais no município de Várzea Paulista. Ele era adolescente quando seguia os passos de seu pai, na qual aprendeu pelo exemplo sobre o amor e o significado de solidariedade, do perdão e empatia.


J.B. nasceu na cidade de Taciba, interior de SP, mas foi em Várzea Paulista, cidade que escolheu para criar e educar seus 7 filhos que decidiu semear uma semente: Salvar o planeta através da cultura da paz e preservacionismo.


"Percebi que ninguém estava fazendo nada para impedir que isso aconteça, então eu precisava fazer alguma coisa."

Foi com este pensamento que J.B. deu início em 1988 um movimento para cuidar das mudanças ambientais de Várzea Paulista, na época escassa de atitudes sustentáveis e administrada sem o olhar atento para questões humanas e principalmente ambientais, iniciativa que rendeu a ele projeção e resultado. Nasceu então a Associação Comunidade Varzina, Educacional Cultural e Social, também conhecida como Associação Eco & Vida, hoje responsável pela coleta seletiva em Várzea Paulista e educação ambiental, através de palestras e ações descentralizadas.


J.B. foi corajoso em defender o direito ao meio ambiente seguro e equilibrado em Várzea Paulista — ainda que arriscasse a própria vida.


A vontade encorajada por mudanças não impediu de lutar e assim construir sua história na cidade. Ele tinha o holofote virado para si, em uma época que não existia redes sociais e tão pouco internet. O que não afetou ter seguidores fiéis e amigos insubstituíveis.


Morreu inesperadamente, sem sofrimento, não tinha nenhuma doença preexistente. Não conseguiu enxergar o reflexo de sua luta, que ganhou mais força a partir de 2018, nem tão pouco o legado que deixou, que em sua honra faz o melhor para dar continuidade ao seu trabalho.


Eco & Vida transforma "lixo" em oportunidade de renda para família vulneráveis, que são encaminhas pelo CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) em Várzea Paulista.

Todos residuos retirado das ruas de Várzea Paulista são levados para um galpão e separados

17 visualizações0 comentário