top of page

Retrospectiva 2023 | Retomada da TI Yanomami

A área desmatada para a abertura de novos garimpos na Terra Indígena Yanomami caiu 77% de janeiro a novembro em relação ao mesmo período de 2022, segundo dados do Brasil Mais, da Polícia Federal.


O Ibama atua na região desde fevereiro, quando a retomada da TI Yanomami começou. O instituto realiza operações para destruição de áreas com garimpo, apreensão de equipamentos e bloqueio do fluxo de suprimentos por rios e nos arredores da TI, entre outras ações.


Foram apreendidos ou destruídos ao menos:


 339 acampamentos

 37 aeronaves

 287 motores

 36 toneladas de cassiterita

 26 mil litros de combustível

 32 balsas

 42 barcos

 154 equipamentos de comunicação

 147 estruturas logísticas

 87 geradores de energia

 3 tratores

 6,3 kg de mercúrio


No último dia 22, o presidente Lula determinou que os órgãos federais intensifiquem as ações de combate ao garimpo na região. A proteção do povo Yanomami, destacou o presidente durante reunião ministerial, é prioridade para o governo desde o início da gestão.

Leia o balanço da área ambiental em 2023:


Fonte: MMA

4 visualizações0 comentário
bottom of page