top of page

Unidade Gestora de Infraestrutura realizará reforma para criação do Centro de Bem-Estar Animal

Prédios no Parque Chico Mendes, próximos ao Viveiro de Mudas Municipal, serão reformados para abrigarem novo órgão da Prefeitura de Várzea Paulista



Na tarde da última sexta-feira (25), a Unidade Gestora de Meio Ambiente realizou uma visita técnica com a Unidade Gestora de Infraestrutura para discutir o cronograma e outros detalhes da reforma que será feita em dois prédios do Parque Chico Mendes, com o intuito de criar o Cebea (Centro de Bem-Estar Animal) de Várzea Paulista. Os recintos passarão por melhorias internas e externas. O encontro, que também contou com a participação de representantes da construtora licitada para a obra, foi realizado no local que será reformado.


A reforma será feita por meio de uma licitação, vencida pela Romme Construtora, que executará os trabalhos a serem gerenciados pela Prefeitura, e será viabilizada com recursos estaduais (emenda parlamentar do então deputado Alexandre Pereira) e uma contrapartida municipal. Na reunião, que teve membros do Bem-Estar Animal, departamento da Unidade de Meio Ambiente, foi discutido o que será realizado e quais adaptações serão feitas no espaço para a sua funcionalidade. Será realizada uma recuperação estrutural, com piso, janelas, telhado, porta, hidráulica e elétrica.



“Nós iniciamos o projeto de Bem-Estar Animal no município e estamos criando uma estrutura para que o projeto ganhe corpo. A municipalidade precisa muito desse projeto e esse prédio vai ser referência no município e o foco será o atendimento de animais em situação precária e de maus tratos. O prédio não será para recolha de animais no município, mas sim um local de atendimento inicial a animais voltados a tutores em situação de vulnerabilidade”, explicou o gestor municipal de Meio Ambiente, Peterson Afonso.


“A intenção da criação desse centro é prestar atenção aos animais das famílias de baixa renda e manter a castração de animais”, explicou a chefe regional de Empreendedorismo, Ivanir Dornelles, que colaborou para a obtenção da emenda parlamentar.

A reforma deve ser iniciada, se as condições de tempo permitirem, no começo de dezembro e o tempo estimado para a conclusão dos trabalhos é de dois meses.



4 visualizações0 comentário
bottom of page