Voluntários tentam aliviar a fome de famílias afetadas pela pandemia




Membros de uma escola de artes marciais em Várzea Paulista e Jundiaí, distribuem cestas básicas e outros itens de necessidades para famílias que tiveram a renda drasticamente reduzida por causa da pandemia e, que muitas vezes, não têm condições de fazer três refeições diárias.



A iniciativa surgiu a partir de um pedido de ajuda, na qual uma família em estado crítico pediu um pacote de arroz para o mestre e empreendedor Severo Nascimento, proprietário da Academia Fighter´s Gym, com escolas no bairro Jardim Santa Gertrudes, em Jundiaí e Várzea Paulista.


Sensibilizado com o relato, não pensou duas vezes, reuniu seus alunos e criou um grupo de ação em “combate a fome”, que desde 2020, no início da pandemia, atendeu mais de 200 famílias, com doações de cestas básicas, produtos de higiene e roupas.


As famílias são captadas por voluntários anônimos, que investigam a situação, não importa o bairro, nem a cidade, onde tem fome eles chegarão.


Os alimentos são arrecadados pelos alunos ou pelas redes sociais, tarefa fácil, já que é conhecido que existe a necessidade.


Durante o período de entrega, voluntários mantém normas de higiene e segurança utilizando luvas, máscaras e álcool gel para limpeza das mãos.


“Agradeço a cada uma das empresas e pessoas que estão fazendo doações de vários produtos. É uma soma de esforços, não fazemos nada sozinho. É importante alimentar essas famílias, porque bem nutridas, elas ficam menos suscetíveis à doenças e minimizamos o impacto na sociedade”, afirmou Severo.

No próximo dia 03 de abril, os alunos da Academia Fighter´s Gym estarão distribuindo ovos de páscoa para crianças em uma comunidade.


Os ovos foram feitos artesanalmente pela família dos alunos. Ao todo serão mais de 300 unidades.


Severo comenta que não há exposição de imagens das ações nas redes sociais para não haver falsa interpretação da proposta, além de respeitar a privacidade dos atendidos.


Porém, divulgações pedindo doações e convidando voluntários para integrar a corrente do bem é feita para que o movimento cresça e mais famílias sejam atendidas.



26 visualizações0 comentário

ECO & VIDA

Associação Comunidade Varzina Educacional Cultural e Comunicação SocialOng.
CNPJ: 02.834.119/0001-95