Antes dos portugueses, SP teve floresta tropical, Cerrado e mini-Pantanal

Antes da chegada dos portugueses, quem caminhasse alguns quilômetros pelo território da atual cidade de São Paulo poderia cruzar florestas tropicais com bromélias, orquídeas e árvores de até 45 metros de altura, campos cerrados com espécies de troncos grossos e galhos retorcidos, araucárias e arbustos típicos da região Sul e várzeas de rios que lembravam o Pantanal.


A extraordinária variedade da flora nativa - em parte moldada pelos indígenas que habitavam a área e hoje confinada a poucas ilhas na zona urbana - atraía para a região um conjunto igualmente diverso de animais, entre os quais onças-pintadas, tucanos-de-bico-verde, micos-leões-pretos e veados-catingueiros.

A partir de relatos históricos, de estudos do botânico Ricardo Cardim e de informações etimológicas, a BBC Brasil produziu um mapa inédito das formações vegetais de São Paulo antes da colonização. A ilustração, a cargo do artista Leandro Lopes de Souza, busca recriar a paisagem contemplada da colina onde, em 25 de janeiro de 1554, padres jesuítas celebraram a missa que passou para a história como o ato de fundação da cidade.



Fonte: BBC New | Brasil

3 visualizações0 comentário

ECO & VIDA

Associação Comunidade Varzina Educacional Cultural e Comunicação SocialOng.
CNPJ: 02.834.119/0001-95