Os grandes vilões do meio ambiente

Atualizado: Mar 18


A vida como conhecemos evoluiu para garantir ao homem uma série de privilégios que não só garantiram nossa sobrevivência, mas nos puseram no topo de uma hierarquia que nos permitiu avançar, pesquisar espécies, utilizar recursos, modificar espaços e transformar o planeta em que vivemos. Muitas dessas transformações nos trouxeram grande comodidade, mas ao mesmo tempo, colocam em risco o ambiente em que vivemos.


É difícil acreditar que coisas que fazemos no dia-a-dia tem um impacto tão profundo e em uma escala tão grande, mas essas pequenas atitudes, ao longo dos anos, realizadas por bilhões de pessoas modificaram a natureza do planeta em que vivemos, e tem tornado cada vez mais difícil, para as demais espécies, sobreviver em condições tão incertas.


O consumo de produtos descartáveis feitos de plástico é algo visivelmente danoso, você consumindo algo feito de plástico, um material que permanece na Terra por cerca de 400 anos até se decompor, que só será útil uma vez, mas ainda assim, no Brasil são utilizados 720 milhões de copos descartáveis por dia.


O desperdício também é um dos vilões que atentam contra a sustentabilidade do meio-ambiente, não só de alimentos, ou de produtos cuja matéria prima interfere no equilíbrio do ecossistema, mas de recursos presentes no nosso planeta cujas quantidades são finitas, tais quais água, terra fértil e ar puro. Muitas vezes desconsideramos que na produção dos bens que consumimos existem diversos processos, químicos ou físicos, que além do produto final, também produzem uma sobra, que é considerada lixo e descartada. Quando não valorizamos os produtos que obtemos e desprezamos bens que ainda poderiam ser utilizados em detrimento de novos produtos que executam basicamente as mesmas funções, nos abraçamos o consumismo, produzindo uma quantidade desnecessária de lixo e esquecemos que os recursos que dão origem a esses bens são limitados. Desrespeitando as próximas gerações e as demais criaturas com quem dividimos este planeta. A praticidade de ir de um lugar a outro em minutos no conforto do seu carro é algo de que poucos abrem mão, mas esse conforto tem um preço muito alto. As descargas de monóxido de carbono efetuadas todos os dias por automóveis ao redor do mundo são um dos maiores contribuintes para o agravamento do efeito estufa, resultando no aumento da temperatura do planeta, derretimento das calotas polares, aumento dos níveis dos oceanos, toda uma transição climática ocorrendo pela nossa vontade de ter sempre mais. Até mesmo nosso lixo é danoso para a estabilidade do planeta. Agrotóxicos e suas embalagens, pilhas e baterias, produtos eletrônicos, óleos lubrificantes e suas embalagens, todos contaminam o solo em que são despejados, liberando componentes líquidos que chegam aos lençóis freáticos e até rios e lagos, atingindo também nossas águas. Mas nem tudo está perdido, para consertar o que foi feito é preciso primeiro melhorar o que se está fazendo.


Tomar responsabilidade e agir é o primeiro passo, separando seu lixo e o descartando de maneira adequada, consumir de maneira consciente e espalhar essa mensagem para que nós possamos viver em um planeta mais limpo e para que as próximas gerações tenham um planeta para chamar de lar.

Posts recentes

Ver tudo