Rainha Elizabeth II morre aos 96 anos


Rainha Elizabeth foi a primeira monarca a chegar a 70 anos de reinado


Morreu aos 96 anos a Rainha Elizabeth II, informou o Palácio de Buckingham nesta quinta-feira, 8. Ela é a monarca que ficou mais tempo à frente do trono britânico. Pela manhã, os médicos informaram que ela estava sob supervisão médica e que o estado de saúde era preocupante. A família real, incluindo o príncipe Harry e sua esposa Meghan, viajaram para Escócia para ficar perto da rainha. Elizabeth II morreu no castelo escocês de Balmoral. Com a saúde debilitada desde outubro de 2021, quando foi revelado que ela passou uma noite hospitalizada para ser submetida a exames médicos que nunca foram detalhados, a rainha reduziu consideravelmente sua agenda, com aparições em público cada vez mais raras e sendo observada caminhando com dificuldade, com o auxílio de uma bengala. Sua última aparição foi na terça-feira, 6, quando formalizou Liz Truss como primeira-ministra. Em junho deste ano, a monarca se tornou a única a conseguir comemorar o Jubileu de Platina, que celebra os 70 anos de reinado.


Rainha Elizabeth II assiste um sobrevoo especial da varanda do Palácio de Buckingham após o desfile de aniversário, o Trooping the Colour, como parte das celebrações do jubileu de platina │Daniel LEAL / AFP


Elizabeth Alexandra Mary, nasceu no dia 21 de abril de 1926 e sucedeu o trono em fevereiro de 1952, aos 25 anos, após o falecimento de seu pai, vítima de um câncer de pulmão. Entretanto, a coroação só foi realizada um ano depois, em 1953 — a primeira a ser transmitida pela televisão. Filha de Albert Frederick Arthur George, duque de York, conhecido como George VI, e lady Elizabeth Bowes-Lyon, também conhecida como rainha-mãe, ela teve uma educação digna de sua posição. Entretanto, não estava entre as mais cotadas para assumir o trono britânico, pois era a terceira na linha de sucessão. Mas, após seu tio Edward VII renunciar ao cargo para casar-se com uma norte-americana, George VI assumiu e, com isso, Elizabeth II tornou-se herdeira imediatamente. A monarca foi um exemplo de força e representatividade. Em 1945, no último ano da Segunda Guerra Mundial, quando tinha 19 anos, ela participou de um grupamento de mulheres, denominado Auxiliary Territoral Service, que serviam como voluntárias em funções variadas para o exército britânico. Ela foi treinada como motorista e mecânica. Ao fim da guerra, saiu às ruas para celebrar a vitória dos aliados.


Dois anos depois, Elizabeth II casou-se com seu primo Phillip, príncipe da Grécia e da Dinamarca. Eles se conheceram quando a monarca tinha 13 anos e o amor foi algo imediato. Os dois começaram a trocar cartas e em julho de 1947, mesmo ano em que se casaram em Abadia de Westminster, em Londres. Phillip abriu mão de seus título e se converteu ao anglicanismo por causa de Elizabeth II. O casal teve quatro filhos: Charles, Anne, Andrew e Edward. A rainha foi a única em toda história da monarquia britânica a receber um Jubileu de Safira, uma homenagem pro ter chegado aos 65 anos no trono, e, posteriormente, o Jubilei de Platina, a qual praticamente não compareceu às celebrações. Ela apareceu apenas duas vezes, brevemente, na sacada do Palácio de Buckingham para saudar as dezenas de milhares de pessoas reunidas no local. O príncipe Charles é o primeiro na linha de sucessão, inclusive ele já participou de alguns eventos oficiais neste ano, como a cerimônia de abertura do Parlamento britânico, um anto inédito durante o ato reinado de Elizabeth II. Entretanto, há dúvidas se ele vai assumir a posição ou renunciar ao cago para deixar William como rei.


Rainha Elizabeth II ao lado do príncipe Charles em evento no Reino Unido│Alberto Pezzali / POOL / AFP


Fonte: Jovem Pan New

4 visualizações0 comentário