Várzea Paulista planta cerca de 1,8 mil mudas no Parque Chico Mendes

As mudas foram divididas em árvores florais e com frutos para a fauna nativa

(Foto: divulgação)


A Prefeitura de Várzea Paulista, através da Unidade Gestora de Meio Ambiente, promoveu, pela segunda vez, o reflorestamento de 1800 mudas no Parque Chico Mendes. As mudas foram divididas em árvores florais e com frutos para a fauna nativa, como aves, pequenos mamíferos e insetos. Foram 1200 de porte pequeno e 600 com porte grande.


O objetivo é reflorestar trechos do Parque Chico Mendes que foram vítimas de vandalismo, como por exemplo os incêndios que deixaram marcas visíveis nas árvores remanescentes. Esta é a segunda tentativa de reflorestamento do trecho, e foram plantadas árvores como Figueiras, Aroeira Pimenteira, Embaúba, Cedro Rosa, Pau Ferro, Pata de Vaca e entre outras.


“A nossa região é transição de Mata Atlântica com o Cerrado, então plantamos árvores que compõem esses dois biomas”, afirma o Gestor Executivo da pasta, João Lima.

Outro projeto em andamento é a criação do Corredor Verde, que conectará as matas do Parque Chico Mendes e da Marginal do Rio Jundiaí, tanto por meio da Rua Sorocaba – Jardim Paulista, quanto pela Rua Mary Baddini Moya Aprillanti – Jardim Novo Mundo. No ambiente urbano serão plantadas mais árvores com flores, como Ipê Roxo, Ipê Branco, Ipê Verde e entre outras.

(Foto: divulgação)


O corredor permitirá que a fauna circule pela cidade de Várzea Paulista e tenha mais qualidade de vida, tanto com a disponibilidade de alimentos quanto de habitats naturais. Entre a fauna foram avistados Saguis, Jacus e até mesmo um casal de Bugios.


Desde 2014, cerca de 70 mil mudas foram plantadas em Várzea Paulista, o equivalente a 420.000 m2 de área reflorestada.





4 visualizações0 comentário