top of page

Onda de crimes no bairro do Santa Gertrudes aterroriza moradores e comerciantes



Jorge Pinezi é proprietário de um comércio no bairro do Santa Gertrudes, em Jundiaí, há 36 anos e há dez anos é dono de uma rede de farmácias. Vive na pele a piora da segurança no bairro com aumento dos furtos e roubos. Segundo ele, nos últimos anos já foi assaltado mais de cinco vezes. Esse problema atinge todos os comerciantes do bairro e também os moradores, que relatam os problemas diariamente nas redes sociais.


Depois de mais um recente roubo, Jorge decidiu lançar com outros comerciantes um abaixo-assinado, cobrando a volta da base da Guarda Municipal no bairro, que fica quase 10 km do centro da cidade e acredita. Os comerciantes acreditam que a base fixa vai melhorar as rondas, acelerar o tempo de resposta e afugentar quem hoje está praticando roubos.


"Estaremos indo de casa em casa para colhermos as assinaturas, pois precisamos de uma quantidade expressiva de assinaturas para termos mais força. Depois disso daremos entrada na Prefeitura pedindo apoio do Prefeito", explica Jorge Pinezi

Em alguns casos, os bandidos não se preocupam em estar sendo filmados por câmeras. Além de furtar, os suspeitos deixam o estabelecimento todo bagunçado. Assustadas, algumas vítimas pensam em abandonar suas atividades, encerrando seu negócio - como aconteceu com três estabelecimentos neste ano.


Quem vive na região, não aguenta mais tanta violência. Os moradores se uniram em busca de uma solução.



A Polícia Militar informou em nota que realiza ações de prevenção em toda a cidade, além de operações policiais específicas para combate aos crimes contra o patrimônio. Ainda na nota, é reforçado que em caso de furtos ou roubos, a ocorrência deve sempre ser registrada.


A PM afirma que o boletim de ocorrência é o documento que norteia as investigações e colaboram para os dados estatísticos. As vítimas devem entrar em contato através do telefone 190.


Jorge, disponibilizou o número (11) 9.3401-9104 para informações

4 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page