top of page

Prefeitura de Campo Limpo Paulista castrou mais de 390 animais no fim de semana

Além das castrações, a ação arrecadou 201 litros de leite para o Fundo de Solidariedade da cidade.



O mutirão de castração aconteceu nos dias 04 e 05 de março no Ginásio Fubazão em Campo Limpo Paulista (Foto: Prefeitura de Campo Limpo Paulista)


Entre latidos, miados, farejos e cafunés, animais de Campo Limpo Paulista receberam uma dose de atenção da equipe do Bem Estar Animal e do Meio Ambiente. Nesse fim de semana, o Ginásio Fubazão, que fica no Centro Esportivo Municipal, foi palco de um mutirão de castração de cães e gatos.


Com o castramóvel – um ônibus adaptado para esse tipo de cirurgia – a equipe castrou 393 animais, sendo 187 no sábado, e 206 no domingo. Além disso, os tutores ajudaram a arrecadas 201 litros de leite para o Fundo de Solidariedade.



Foto: Prefeitura de Campo Limpo Paulista


De acordo com o secretário do Meio Ambiente, Neive Noguero, além de evitar o aumento de ninhadas indesejadas, a castração também protege o animal de diversas doenças. “O mutirão de castração, é parte de uma estratégia que visa o bem estar dos pets melhorando sua qualidade de vida. Trazer as castrações de volta foi uma das propostas da nova gestão que veio para somar”, afirma Neive.


A servidora do Bem Estar Animal, Viviane do Valle, é responsável por acompanhar os tutores durante todo o processo, desde a inscrição até o pós-operatório. E ressalta que a castração precisa ser vista agora como um ato de responsabilidade do tutor sobre o seu animal. “No pós-operatório todos recebem instrução de como cuidar dos animais, mas essa prática de cuidar deve ser constante. Como deixar sempre o animal alimentado, com água fresca e nunca preso”, alerta Viviane


Tutores no mutirão de castração

Cristiano Carrenho é professor de Educação Física e sabe bem como os cuidados com a saúde são fundamentais também para os animais. O professor levou Chitara para o mutirão no domingo. “Fiquei desempregado por um tempo e acabei tendo dificuldades de pagar uma cirurgia para ela. Com essa ação da Prefeitura, ajuda minha cadela com a saúde e me ajuda com economia financeira”, diz Cristiano.


A cadela Nala Banditte além de ter até sobrenome, tem uma família que a enche carinho. Heloiza, Josué e Kátia acompanharam Nala para a castração. “Já perdi uma cadela devido a um câncer de mama, o que abalou todos nós. Dessa vez não iremos correr o risco de novo. Graças a ação da Prefeitura, hoje minha grande companheira, Nala, será castrada”, destacou a tutora Heloiza.


Sandra Teresinha Lopes é moradora do bairro Botujuru e tem a Mel como sua grande companheira. Hoje, está feliz em poder retribuir o carinho recebido pela cadela. “Mora só eu a Mel em casa. Ela me alegra e me acompanha onde eu vou. E poder saber que temos uma Prefeitura que cuida dos nossos bichinhos, me deixa muito feliz e grata”, afirma.

0 visualização0 comentário
bottom of page